sexta-feira, 21 de setembro de 2012

MOÇA MORENA



Moça morena,
Debruçada na janela,
Por que tanta tristeza
Em teu olhar?

O amor foi embora,
Levou teu sorriso,
O brilho de teus olhos
E o desejo de sonhar?

Oh, moça morena!
Enxuga tuas lágrimas,
Gotas de cristal.
O amor que te fez
Tão bem,
Fez também tanto mal.

Moça morena,
O tempo não demora,
A dor, o vento carrega
Traz a rosada aurora.

Oh, moça morena!
Chora a viola lá fora
Uma linda canção.
Manda a solidão embora,
Deixe o sabor
Do meu beijo,
Regar seu coração...


4 comentários:

Nandomaia disse...

Linda poesia !!
Você não sabe a vontade que deu fazer uma bela música. Aliás, a ideia está toda na cabeça é só você autorizar.
Um forte abraço,
Nandomaia

Nandomaia disse...

Linda poesia !!
Você não sabe a vontade que deu fazer uma bela música. Aliás, a ideia está toda na cabeça é só você autorizar.
Um forte abraço,
Nandomaia

Nandomaia disse...

Linda poesia !!
Você não sabe a vontade que deu fazer uma bela música. Aliás, a ideia está toda na cabeça é só você autorizar.
Um forte abraço,
Nandomaia

Nandomaia disse...

Linda poesia !!!
Você não sabe a vontade que deu em musicá-la, aliás, a ideia já está na cabeça é só você autorizar.
Um forte abraço,
Nandomaia